sábado, 31 de dezembro de 2016

Feliz Ano Novo!

Para este último dia do ano, deixo aqui minha mensagem, pedindo licença e usando as palavras de Carlos Drummond de Andrade...

"O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.

O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais... mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho? Quero viver bem.
Este foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas, mas também cheio de problemas, perdas e desilusões.
Normal.
Às vezes se espera demais das pessoas.

Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou.

O homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabedoria!

E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.

O nosso desejo não se realizou? Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro: CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE).

Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano.
Não adianta lutar contra isso. Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial.

O NOVO ANO pode ser um ano especial, muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.

O NOVO ANO pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, espetacular... ou...

Pode ser puro orgulho! Depende de mim, de você! Pode ser. E que seja!!!

Feliz olhar novo!!!
Que a virada do ano não seja somente uma data, mas um momento para repensarmos tudo o que fizemos e que desejamos, afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade somente se fizermos jus e acreditarmos neles!"

UM ANO NOVO CHEIO DE MUDANÇAS , SAÚDE E PAZ!


quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

O tempo e a maturidade...


Hoje, convido a você, que alcançou a maturidade ou que está rumo a maturidade que leia esta reflexão de Ivone Boechat. Um belo texto que ressalta a importância de nos amar mesmo que os anos passem, passem e passem...

                       O Passar do Tempo e a Maturidade


1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: "estou velho". Velho é coisa enguiçada. Idade não é pretexto para ninguém ficar velho.


2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Não fique remoendo o passado... 
Não se importe com o julgamento dos outros. 



3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, da sua esposa, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos, dos amigos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!


4 – Coma e beba com moderação; durma o suficiente. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica; nem baixinha; seja agradável!


5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize só o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta.


6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar.


7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente. Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.


8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo oito copos de água por dia e quinze minutos de banho de sol é indispensável.


9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho, prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó, ou dar todas as suas bugigangas?


10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros, ou no self-service, ou numa festa de casamento, falar de boca cheia é insuportável.


11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinha.


12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer, serve qualquer coisa ganhando ou gastando (se tiver) dinheiro.


13 - Cuidado com a nostalgia e o otimismo. Pessoas amargas e tristes são chatíssimas, as alegres demais, também. Elogie os amigos, não fique exigindo explicações de tudo. Amigo é amigo.


14 - Leia. Ainda há tempo para gostar de aprender. A maturidade pode lhe trazer sabedoria. Coloque-se no grupo sempre pronto para aprender. Não se apresente em lugar nenhum dizendo: sou muito experiente!


15 - Não acredite nas pessoas que dizem que não têm nada demais o idoso usar roupas de jovens, cuidado. Vista-se bem, mas com discrição.


16 - Seja avó do seus netos, não a mãe, nem a babá. Por isso nem pense em educá-los ou comprometer todo o seu tempo com as tarefas chatas de ir buscar na escola, levar às festinhas, natação, inglês, vôlei... Só nas emergências. Cuidado com aquela disponibilidade que torna os outros irresponsáveis.


17 - Se alguém perguntar como vão seus netos, não precisa contar tuuuuuuuudo! Evite discorrer sobre a beleza rara e a inteligência excepcional deles. Cuidado com a idolatria de neto e o abandono dos filhos casados.


18 - Não seja uma sogra ou sogro chato. Nunca peça relatório de nada. Seu filho tem a família dele. Você agora é parente! Nunca, nunca, nunca mesmo, visite seus filhos sem que seja convidado. 
Se o filho ligar pra você, não diga: Ah! lembrou finalmente da sua mãe? É melhor dizer: Deus o abençoe, meu filho.



19 - Cuidado em atender o telefone: se a pessoa perguntar como você vai e você responder 'estou levando a vida como Deus quer'; 'a vida é dura'; 'estou vencendo a dureza'; você vai ver que as ligações dos amigos e dos parentes vão rarear, cada vez mais.


20 - A maturidade é o auge da vida, porque você tem idade, juízo, experiência, tempo e capacidade para se relacionar melhor com as pessoas. Então delete do seu computador mental o vírus da inveja, do orgulho, da vaidade, promiscuidades, cobranças, coisas pequenas e frustrantes para tomar posse de tudo o que você sempre sonhou: a felicidade!


(Texto de Ivone Boechat - mestre em educação,
pedagoga, conferencista e escritora. 
Autora do livro 'Estratégias para encantar educadores na Arte de Aprender'.)

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Recomeçar...

Hoje tomo as palavras da tão bela e sábia, Cora Coralina.
Então vamos lá, abre aspas:

"Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e plantas roseiras e faz doces. Recomeça."

Recomeçar é um verbo constante em nossas vidas. Desde muito pequenos aprendemos que para darmos os primeiros passos sem cair requer muitos recomeços. E assim fazemos até que aprendemos a caminhar sozinhos. A vida é este aprender constante a caminhar e tentarmos ficar o máximo possível sem cair. 
E assim vamos tentando... recomeçando a cada nova queda.
Cora diz que devemos recriar a vida. E muitas vezes este recriar nos custa porque não podemos recomeçar cometendo os mesmos erros que nos levaram a queda, é preciso recriar, criar um novo, recriar sempre, sempre...
Remover as pedras poderá ser um ato doloroso, pois muitas vezes, as pedras que tanto nos atrapalha o caminho, são coisas que cultivamos em nosso ser e nada acrescentam, apenas dificultam o nosso crescimento, mas ficam ali como se fossem coisas de estimação. É preciso reconhecer o que nos atrapalha, o que nos impede de evoluir. É claro que quando as pedras forem coisas negativas, logo reconheceremos, e assim, será bem mais fácil de tirá-las do caminho.
Plantar roseiras... a rosa é símbolo do amor, da amizade, fraternidade, gratidão e etc, e seu perfuma exala para todos. É preciso recomeçar acreditando no amor próprio, no amor fraternal, no amor ao outro, no ser grato, para que o nosso perfume seja sempre agradável para quem está perto de nós.
E o mais interessante que o pensamento de Cora nos diz... faz doces. Quando enfrentamos muitas dificuldades, muitas lutas na vida, a tendencia é que em nosso ser apareça o amargo, mas ele aparecer não é o problema, o problema é ele fazer moradia. Não permitamos! Façamos doces para nossa vida! 
E enfim... RECOMEÇA!
Sempre...
Sempre...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Saudades...


Para minha mãe querida...

Alma minha gentil, que te partiste
Tão cedo desta vida, descontente,
Repousa lá no Céu eternamente
E viva eu cá na terra sempre triste.

Se lá no assento etéreo, onde subiste,
Memória desta vida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te
Alguma cousa a dor que me ficou
Da mágoa, sem remédio, de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou,
Que tão cedo de cá me leve a ver-te,
Quão cedo de meus olhos te levou.

— Luís de Camões, Rimas (1595), Soneto XIII.


quinta-feira, 3 de março de 2016

Desaparecidos do Brasil

Infelizmente, no dia de hoje, o desaparecimento de Rian Brito, neto de Chico Anysio, termina de forma trágica. Seu corpo foi encontrado.
Antes de mais nada, gostaria de deixar meus sentimento a toda família, perder alguém tão jovem, e da forma que foi, é sempre muito triste.
O desaparecimento de Rian, me fez pensar em um fato que tanto acontece em nosso país: a diferença social. Em poucos dias, o caso foi resolvido, e como disse, infelizmente o encontraram morto. 
Você sabe quantas crianças, adolescentes, jovens, desaparecem em nosso país? Mais de 200 mil pessoas desaparecem por ano no Brasil. Só em SP são cerca de 100 pessoas por dia. Os números são assustadores.
E qual a diferença? A diferença é que a maioria são pessoas comuns, não são netos ou filhos de famosos. A luta de seus familiares é dia-a-dia, mês a mês, e pode durar por anos... sem nenhuma notícia! 
Nenhum helicóptero da Petrobras sobrevoará para tentar achar seus filhos, netos ou parentes. Ninguém fará uma autópsia numa baleia, porque com certeza essa possibilidade não existe... nenhum veículo de comunicação colocará a foto de seu desaparecido, mesmo que seja no cantinho, porque não dará ibope seu desaparecimento e muito mesmo o seu encontro.
Também não estou aqui duvidando do trabalho da polícia de pessoas desaparecidas, pelo contrário, eles fazem aquilo que podem para tentar encontrar essas pessoas, o número é imenso, mas a verdade é que o Brasil ainda não se preocupa com seus desaparecidos.
Assim como fazia votos de um feliz retorno para o Rian, mas infelizmente não foi possível, fica aqui meus votos de um feliz reencontro para o neto(a), filho(a) de Ana, Maria, Joana, Adriana, João, Gustavo, Pedro, Berenice, Lourdes, Maria José, Antônio... e tantos outros brasileiros que vivem a dor de seus desaparecidos. 
Ajude a divulgar os desaparecidos do nosso país!

http://www.desaparecidosdobrasil.org/


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Mãe...

Nunca pensei que esse dia fosse chegar tão rápido.
Deus levou você, mãezinha!
A tua ausência é dolorida demais... sem tua voz, sem teu carinho... apenas um vazio...
Cuida de mim, mãezinha... onde estiveres.
Hoje pensando em ti, querendo uma resposta, me lembrei de uma música, de Martín Valverde, cantada pelo padre Fábio, e sei que foi o teu coração me enviando mensagem...

"Tem calma contigo mesmo e olha aonde vais
Espera um minuto, pensa no que farás
No meio da tormenta é duro navegar
E uma escolha incerta pode caro custar

Nem todo mau momento te faz fracassar
E em caminhos de pedras haverás de passar
Pois nem tudo na vida é como a gente quer
Mesmo sem sombras na terra o sol brilha no céu

Segue adiante, sem olhar atrás
Vive cada dia e nada mais
E o o que vier tu vencerás
Só tu tens a chave: abres ou fecharás

Tem calma na vida o jogo é de verdade
Pra ganhar a partida vai com força e coragem
São as regras do jogo é bom sempre lembrar
Diante dos desafios é preciso tentar

Tu és precioso acredite ou não
Mas o amor tem sua casa nos terrenos da dor
E assim como o ouro pelo fogo irás passar
E o que tens de melhor o fogo vai revelar

Ainda que chores, tu vencerás
Só aquele que perde sabe também ganhar
Segue adiante, sem olhar atrás
Vive cada dia e nada mais
E o que vier tu vencerás
Só tu tens a chave: abres ou fecharás.

Tem calma... tem calma... tem calma..."

terça-feira, 31 de março de 2015

Quando acontece a corrupção...

O Brasil sempre foi um país de riquezas que desde sua descoberta vem sendo saqueado por aqueles que são os detentores de poder. 
Colonização, monarquia... e o nosso ouro foi para Portugal. E não foi pouco, muito ouro e ainda restou muito por aqui.
De desvio em desvio, o nossa sociedade foi criando o famoso e irritante "jeitinho brasileiro". A verdade é que sempre quem esteve no poder deste país, se deram bem de alguma forma, mas é incontestável que nos últimos anos a corrupção está institucionalizada. 
Nunca se roubou tanto dinheiro público como agora. Bilhões e bilhões foram desviados, e vou citar apenas um esquema, na operação Lava-Jato. O que espanta é que ainda existem pessoas que acredita que político é assim mesmo ou que isso não tem nada a ver com sua vida. Puro engano!
Desvio de dinheiro público leva ao caos social. Enquanto o dinheiro vai para a conta particular de parlamentares ou outras pessoas envolvidas nesses esquemas, são remédios que não chegam no hospitais, postos de saúde da família, UPA... quantas pessoas já morreram por falta destes medicamentos que não chegaram no momento certo? Na conta de quem irá essas mortes? 
Enquanto dinheiro público é desviado, escolas precárias no interior deste país tentam educar crianças e adolescentes para formar cidadãos, mas infelizmente, será sempre uma educação básica, o que é um fato lamentável, mas para políticos, quanto mais uma população sem educação (no sentido amplo), melhor. Gente que pensa, que luta por seus direitos e exercem seus deveres, não agrada em nada uma classe política.
A verdade é que os Direitos sociais, conquistados na Constituição de 1988, começam a ficar totalmente desfalcados.
E para cobrir os rombos das contas públicas que os detentores do poder fizeram, resta ao povo pagar pela conta: impostos mais caros, contas mais caras, salários baixos, direitos trabalhistas reduzidos... 
Infelizmente, enquanto houver quem se venda, haverá quem compre. 
O Brasil vai mal...